Grupo de Estudos para Personal Trainer - Ciência no TEF

João Moura
"Professor João Moura nasceu em Cruz Alta (RS) em 1971. Em 1992 ingressou na UFSM (Universidade Federal de Santa Maria) para seus estudos no Curso de Ed. Física."

   

O que é melhor para potencializar o gasto energético? Aeróbio antes ou depois da musculação?

Clique aqui para baixar o estudo!!!


A literatura tem descrito que a atividade ou exercício físico é recomendado com um importante componentes de perda e prevenção dos ganho de peso. Assim, o principal benefício da pratica para manutenção do peso são o dispêndio energético durante o exercícios, e melhora na massa muscular, qual resulta em taxa metabólica de repouso maior. 


Desta forma, a associação de exercícios aeróbios e resistido na mesma sessão (treinamento concorrente) parece ser uma estratégia eficiente para manutenção do peso e melhor da aptidão física. 


Diante disso, este estudo teve como objetivo comparar o efeito agudo de diferentes sequencias intrasessões e modalidade do exercícios aeróbios durante as sessões de treinamento concorrente sobre VO2 e dispêndio energético em mulheres jovens.


Como foi realizado o estudo?

As voluntárias foram submetidas quatro sessões experimentais: 1) resistido + corrida em esteira; 2) resistido + bicicleta; 3) corrida + resistido; 4) bicicleta+ resistido. 


O treino aeróbio (esteira ou bicicleta) foi realizado há uma frequência cardíaca equivalente a 95% do limiar anaeróbio por 30 minutos. Já o treinamento resistido foi realizado nos exercícios supino, cadeia extensora, remada baixa e leg press. Foi realizado uma super séries, onde no intervalo da série do primeiro exercício executava uma série do segundo exercício. 


Assim, o treino foi dividido em dois blocos, supino + cadeira extensora e remada baixa + leg press. Em cada exercício realizou-se quatro séries com quilagem para 10RM até a falha momentânea concêntrica. 


O Vo2 repouso foi coletado durante 30 minutos no período de pre e pós exercício na posição supina (deitada). O vO2 durante a sessão foi avaliado continuamente com uma máscara de coleta de gases. 


E ai quais foram os resultados?


Na medida dos 30 minutos do Vo2 após o treinamento não foi identificada diferença significativa entre as quatro sessões experimentais. Além disso, nenhuma diferença foi mostrada no Vo2 entre as diferentes sequencias experimentais independente da modalidade aeróbia realizada. Porém, corrida em esteira mostrou um Vo2 maior do que o aeróbio na bicicleta, em ambas as sequencias (resistido + corrida ou corrida +resistido). 


Na análise do Vo2 durante o exercício resistido o resultados não demonstraram diferenças entre as quatro sessões experimentais. Ainda, nenhuma diferença significativa foram demonstradas não dispêndio energético entre as sequencias intra sessões (resistido+ aeróbio ou aeróbio + resistido). Também como no Vo2 corrida em esteira demonstrou maior dispêndio energético do que o aeróbio na bicicleta. 


Um ponto interessante apresentado pelo pesquisadores, é que 30 minutos de aeróbio em esteira promoveu um dispêndio energético de 248 kcal e na bicicleta de 185 kcal. Já os 21 minutos de treinamento resistido promoveu um dispêndio de 84 kcal. 


Isso demonstra para que para promover manutenção ou perda de peso corporal a inclusão de exercício aeróbio durante a sessão de treino é importante. Além disso, se possível, seria muito interessante o personal trainer aplicar o aeróbio em esteira. 


De um passo adiante em
sua carreira!
Grátis
Acesso Imediato


  Voltar para a página do Curso

Depoimentos dos alunos

Voltar ao topo